Príncipe Philip é transferido de hospital para exames cardíacos

Marido de 99 anos da Rainha Elizabeth II está internado desde o dia 17 de fevereiro. Palácio de Buckingham diz que o duque de Edimburgo 'está respondendo ao tratamento'. A rainha Elizabeth II e o príncipe Philip, duque de Edimburgo, em foto de 6 de junho de 2020 no Castelo de Windsor Steve Parsons/Pool via Reuters O príncipe Philip, marido de 99 anos da Rainha Elizabeth II, foi transferido para outro hospital no centro de Londres nesta segunda-feira (1º) para fazer exames cardíacos de doença uma pré-existente e receber tratamento para uma infecção. "O duque continua confortável e está respondendo ao tratamento, mas deve permanecer no hospital pelo menos até o final da semana", informou o Palácio de Buckingham em um comunicado. O príncipe britânico foi internado no hospital King Edward VI no dia 17 de fevereiro, por "medida de precaução", após se sentir mal. Na época, o Palácio de Buckingham afirmou que a internação do duque de Edimburgo era "uma medida de precaução, a conselho do médico de Sua Alteza Real" e que o príncipe deveria "permanecer no hospital para alguns dias de observação e descanso". Príncipe Philip O duque de Edimburgo detém o recorde de longevidade de todos os consortes ingleses. Philip serviu à Marinha durante a Segunda Guerra, e sua aposentadoria como figura pública foi anunciada em maio de 2017. Veja, no vídeo abaixo, curiosidades sobre Philip: Príncipe Philip completa 99 anos: veja 5 curiosidades sobre ele De ascendência alemã e tataraneto da rainha Victoria, como a própria Elizabeth, Philip nasceu em 10 de junho de 1921 na ilha grega de Corfu, como príncipe da Grécia e da Dinamarca, quinto filho e único homem da princesa Alice de Battenberg e do príncipe Andrew da Grécia. Ele era um jovem de 18 anos quando conheceu Elizabeth, antes da guerra. Lilibeth, como era chamada por sua mãe, ela tinha 13 anos e se apaixonou. Os dois se casaram oito anos depois, em 20 de novembro de 1947. Nomeado duque de Edimburgo, Philip teve que renunciar aos seus títulos de nobreza anteriores e à sua religião ortodoxa, convertendo-se à Igreja Anglicana. Árvore genealógica da família real britânica Arte/G1 VÍDEOS: as últimas notícias internacionais

Príncipe Philip é transferido de hospital para exames cardíacos

Marido de 99 anos da Rainha Elizabeth II está internado desde o dia 17 de fevereiro. Palácio de Buckingham diz que o duque de Edimburgo 'está respondendo ao tratamento'. A rainha Elizabeth II e o príncipe Philip, duque de Edimburgo, em foto de 6 de junho de 2020 no Castelo de Windsor Steve Parsons/Pool via Reuters O príncipe Philip, marido de 99 anos da Rainha Elizabeth II, foi transferido para outro hospital no centro de Londres nesta segunda-feira (1º) para fazer exames cardíacos de doença uma pré-existente e receber tratamento para uma infecção. "O duque continua confortável e está respondendo ao tratamento, mas deve permanecer no hospital pelo menos até o final da semana", informou o Palácio de Buckingham em um comunicado. O príncipe britânico foi internado no hospital King Edward VI no dia 17 de fevereiro, por "medida de precaução", após se sentir mal. Na época, o Palácio de Buckingham afirmou que a internação do duque de Edimburgo era "uma medida de precaução, a conselho do médico de Sua Alteza Real" e que o príncipe deveria "permanecer no hospital para alguns dias de observação e descanso". Príncipe Philip O duque de Edimburgo detém o recorde de longevidade de todos os consortes ingleses. Philip serviu à Marinha durante a Segunda Guerra, e sua aposentadoria como figura pública foi anunciada em maio de 2017. Veja, no vídeo abaixo, curiosidades sobre Philip: Príncipe Philip completa 99 anos: veja 5 curiosidades sobre ele De ascendência alemã e tataraneto da rainha Victoria, como a própria Elizabeth, Philip nasceu em 10 de junho de 1921 na ilha grega de Corfu, como príncipe da Grécia e da Dinamarca, quinto filho e único homem da princesa Alice de Battenberg e do príncipe Andrew da Grécia. Ele era um jovem de 18 anos quando conheceu Elizabeth, antes da guerra. Lilibeth, como era chamada por sua mãe, ela tinha 13 anos e se apaixonou. Os dois se casaram oito anos depois, em 20 de novembro de 1947. Nomeado duque de Edimburgo, Philip teve que renunciar aos seus títulos de nobreza anteriores e à sua religião ortodoxa, convertendo-se à Igreja Anglicana. Árvore genealógica da família real britânica Arte/G1 VÍDEOS: as últimas notícias internacionais